Eixo Central – Requalificação do espaço público

A intervenção no Eixo Central inclui a requalificação da Avenida da República, da Praça do Saldanha, da Praça de Picoas e da Avenida Fontes Pereira de Melo. Com esta intervenção pretende-se devolver espaço às pessoas, alargar passeios, aumentar zonas verdes, expandir o comércio local, reduzir o ruído e a poluição, criar novas ciclovias. O que está em causa nesta intervenção é humanizar a cidade devolvendo-a às pessoas. Com esta intervenção pretende-se: – Menos ruído – Mais zonas verdes e árvores – Maior área pedonal – Mais comércio local – Passeios mais confortáveis – Mais segurança rodoviária – Mais ciclovias – Estacionamento para residentes O planeamento da obra prevê reduzir os incómodos da sua realização para comerciantes, residentes, peões e automobilistas. O faseamento da obra garante, sempre, a existência de duas vias de circulação por sentido ao longo de todo o eixo e de uma via em cada uma das faixas laterais da Avenida da República. O estacionamento será garantido durante o decorrer da obra (na zona de intervenção e envolvente). Durante as obras de repavimentação das zonas pedonais será assegurada a existência de corredores contínuos de circulação, o acesso aos estabelecimentos comerciais e à entrada dos portões. As obras de repavimentação das faixas de rodagem serão realizadas durante a noite. Sabia que quase um em cada quatro lisboetas tem mais de 65 anos e mais de metade dos idosos diz quem limita as saídas de casa com medo de cair? Sabia que para quem anda com um carrinho de bebé, cadeira de rodas ou tem dificuldades de visão, os passeios podem ser um obstáculo difícil de ultrapassar? É por isso que os passeios estão a ser alargados e a ganhar materiais seguros e confortáveis. Espaços como a Avenida Duque de Ávila, a Ribeira das Naus ou o Jardim do Cerco da Graça são marca da governação PS à frente da CML, ao nível de espaço público. Quando olhamos para esses espaços, e para todos os as pessoas que usufruem dos mesmos, já não pensamos nos transtornos criados durante a sua transformação. A Câmara Municipal de Lisboa tem noção dos transtornos que a intervenção no Eixo Central está a causar, mas valerão a pena. Obras no Eixo Central? Juntos construímos uma cidade mais amiga das pessoas.

Deixe uma resposta