Smart Open Lisboa | Startups lisboetas laçam projetos para melhorar a vida na cidade

Smart Open Lisboa | Startups lisboetas laçam projetos para melhorar a vida na cidade

Decorreu, nos dias 1 e 2 de julho, na Fundação Portuguesa das Comunicações, uma intensiva edição da competição Smart Open Lisboa sob o mote “Upgrade Lisbon’s City Life”. Aberta a startups lisboetas, a competição desafiou projetos para aplicações que usem ou criem informação ou aceleração de dados abertos. As equipas concorrentes puderam usufruir dos dados e recursos informativos dos parceiros (na maioria, empresas tecnológicas – como é o caso da Portugal Telecom -, mas também organismos institucionais, como a Câmara Municipal de Lisboa e a Start Up Lisboa). Os projetos responderam ao desafio de contribuir com soluções para uma mobilidade mais eficiente e segura, para melhorar as condições sociais e de cidadania, para aumentar a atratividade das atividades culturais, turísticas e de lazer, e para promover a sustentabilidade ambiental. As soluções apresentadas foram desde a ligação inteligente entre edifícios para poupar energia até à geolocalização de pessoas, passando por aplicações destinadas à partilha de scooters ou à seleção e compra de bilhetes para eventos culturais. No final, entre o entusiasmo dos jovens de mais de duas dezenas de equipas, foram anunciados os vencedores dos prémios, incluindo a possibilidade de passar à fase de experimentação dos projetos, usando a cidade como laboratório e os dados e recursos informativos e tecnológicos dos parceiros. Depois da entrega dos prémios, o vice presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Duarte Cordeiro (que esteve acompanhado pelo vereador Jorge Máximo), manifestou a sua satisfação pela qualidade das soluções apresentadas e garantiu que “o futuro de Lisboa está na inovação e na criatividade tecnológica”, fatores a que a cidade vem respondendo positivamente, como se constata com a crescente participação e qualidade dos projetos em eventos como este.

Deixe uma resposta